decrição

Notícias

BA-099: Telas antiofuscantes reforçam proteção a motoristas e pedestres

Novos equipamentos têm um investimento de mais de R$ 250 mil e estão sendo instalados nas passarelas da rodovia

Como uma forma de reforçar a proteção a motoristas e pedestres que utilizam a BA-099 nas regiões do município de Camaçari-BA, a Concessionária Litoral Norte (CLN), uma empresa do grupo Invepar, está instalando telas de proteção antiofuscantes abaixo das passarelas dos km 12, 33 e 48, em Camaçari-Ba. O equipamento busca minimizar o ofuscamento do campo de visão dos condutores provocado pelos faróis dos veículos que circulam na pista no sentido oposto. Já em locais próximos a rodovias e em passarelas, sua função também é contribuir para que os pedestres atravessem em locais mais seguros, o que reduz consideravelmente o risco de acidentes.

Os novos mecanismos de segurança estão sendo instalados abaixo das passarelas situadas nas regiões de Vila de Abrantes, Barra de Jacuípe e Barra de Pojuca. O investimento total é de aproximadamente R$ 254,4 mil. Fabiana Lucena, engenheira de Manutenção da CLN, explica que as telas são feitas em chapa de aço de carbono expandido, não expondo fios entrelaçados ou emendas. "São instaladas no decorrer de passarelas tanto urbanas quanto rodoviárias", conta.

Ela ressalta ainda que a tela antiofuscante proporciona muito mais segurança tanto para o pedestre quanto para o motorista. "Estes equipamentos vai induzir que os pedestres atravessem pelas passarelas localizadas nestes trechos", completa. A instalação das telas já foi iniciada e deve ser finalizado em agosto.

Sobre a CLN

A Concessionária Litoral Norte (CLN), uma empresa Invepar Rodovias, administra a rodovia BA-099, que compreende a Estrada do Coco (a partir do km 7,7) e a Linha Verde, conectando Lauro de Freitas até a divisa dos estados da Bahia e de Sergipe, com extensão total de 217 km, entre 183 km de rodovias e 35km de vias de acesso. A concessionária presta serviço para o Governo da Bahia e é fiscalizada e regulamentada pela Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia. Atualmente, a empresa gera cerca de 400 empregos diretos e indiretos e já repassou mais de R$ 30 milhões em impostos para os municípios da região.